Projeto "Compostim"

O "Compostim" é um projeto-piloto que alia a compostagem - transformação da matéria orgânica em adubo natural - à valorização dos espaços verdes, através de um jardim de plantas comestíveis em sistema agroflorestal.

O projeto resulta de uma parceria entre os de Torres Vedras e os promotores do projeto, Tânia Carvalho e Miguel Contreras. 

O primeiro compostor-jardim comunitário foi instalado numa área residencial em Santa Cruz, sendo aqui apoiado também pela Junta de Freguesia de Silveira.

O projeto tem como principais objetivos:

  • Implementar um sistema de compostagem comunitário em contexto urbano;
  • Sensibilizar e educar a comunidade para a gestão sustentável dos resíduos orgânicos;
  • Sensibilizar a população para a importância e potencial dos sistemas agroflorestais em contexto urbano.

O "Compostim" é formado por um compostor em madeira, com capacidade para 1m3 de matéria orgânica, tendo na sua envolvente plantas comestíveis, aromáticas, medicinais e uma árvore. O compostor é de acesso exclusivo aos seus utilizadores, estando por isso fechado com cadeado.

Quanto a aspetos mais práticos, a utilização do "Compostim" está prevista para duas a três famílias por compostor, ficando um dos participantes responsável pela manutenção do mesmo. O composto daí resultante será depois utilizado pelas famílias na fertilização de plantas em vasos ou canteiros e no próprio jardim que envolve o compostor.

Caso se verifique essa necessidade, as famílias poderão frequentar uma sessão sobre compostagem comunitária de modo a adquirir os conhecimentos necessários à realização de compostagem.

O processo de compostagem comunitária gera benefícios ambientais, como a redução da quantidade de resíduos orgânicos depositados em aterro, produção de um adubo natural, aumento da produtividade e estrutura dos solos, assim como a maior retenção de água, mas também sociais, pela promoção da participação dos cidadãos na gestão dos resíduos e fortalecimento de relações de vizinhança.

Numa perspetiva de replicar a ideia deste compostor-jardim comunitário, aliado ao envolvimento dos cidadãos na gestão dos resíduos domésticos, os interessados poderão contactar os SMAS de Torres Vedras através do e-mail compostagem@smastv.pt ou pelo telefone 261 336 541. 

Projeto “Compostar é valorizar”

O projeto “Compostar é valorizar” consiste na participação em sessões de compostagem, neste momento em formato online, onde os participantes recebem um compostor doméstico e um guia prático para realizarem o processo em suas casas.

Estas sessões têm o objetivo de fomentar a compostagem doméstica e reduzir a quantidade de resíduos orgânicos depositados em aterro, garantindo a sua valorização através da produção de um fertilizante natural. A utilização deste produto traduz-se ainda em vantagens para a produtividade dos terrenos, assim como para a melhoria da sua estrutura, arejamento e retenção de água.

Para dúvidas e inscrições poderão contactar os SMAS de Torres Vedras através do e-mail compostagem@smastv.pt ou pelo telefone 261 336 541

Qualidade da água

A qualidade da sua água, é a qualidade da sua vida.

Os SMAS de Torres Vedras cumprem o dever de abastecer de água a população do Concelho de Torres Vedras, em conformidade com o disposto no Decreto-Lei nº 306/07, de 27 de Agosto.