Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Torres Vedras estão a iniciar a recolha seletiva de resíduos alimentares no Concelho com o programa “Torres Vedras + Bio”. Este programa teve financiamento através de uma candidatura aprovada ao abrigo do "Aviso POSEUR-11-2020-15 - Investimentos com vista à Recolha Seletiva e Valorização de Biorresíduos em Portugal Continental".

O “Torres Vedras + Bio” permitirá iniciar a transformação do atual paradigma de recolha e tratamento de resíduos no Concelho, no sentido da efetivação de uma economia circular. Esta operação tem como principais objetivos: implementar a recolha seletiva de resíduos alimentares no município, reduzir a quantidade de resíduos recolhidos indiferenciadamente e preparar a implementação de um sistema Pay As You Throw (PAYT), que premeie as boas práticas e conduza ao aumento da eficiência da recolha de resíduos.

Os resíduos alimentares são os restos da preparação das refeições e as sobras de alimentos, como por exemplo cascas de frutas ou legumes, sobras de peixe, carne ou pão. Depois de recolhidos serão encaminhados para reciclagem por valorização orgânica. O processo de tratamento gera composto e energia elétrica. A energia será exportada para a Rede Elétrica Nacional como "energia verde". O composto orgânico produzido pode ser usado para aplicação na agricultura.

Este programa integra quatro ações, com uma valorização anual de resíduos alimentares expectável de 2.332 toneladas:

  1. Recolha de resíduos alimentares na cidade, com a disponibilização de contentores de proximidade com controlo de acessos;
  2. Recolha de resíduos alimentares em refeitórios escolares;
  3. Recolha de resíduos alimentares no Mercado Municipal e no Refeitório do Serviço Social do Município;
  4. Recolha de resíduos alimentares em restaurantes, unidades hoteleiras e mercados.

O custo total do investimento é de 675.819 €, com uma taxa de cofinanciamento de 73.98%.

 

Recolha de resíduos alimentares para clientes domésticos

Os residentes na Cidade de Torres Vedras, que integrem a área abrangida pelo programa, podem aderir ao “Torres Vedras + Bio”.

Ao aderir a este programa, irá receber um balde castanho e um cartão magnético de acesso ao contentor que está colocado na rua. Deste modo, pode efetuar a separação dos seus resíduos alimentares de forma simples e cómoda.

 

Recolha de resíduos alimentares em restaurantes e unidades hoteleiras

Os estabelecimentos do Concelho que produzam, em média, menos de 1.100 L de resíduos urbanos podem aderir ao “Torres Vedras + Bio”.

Ao aderir, irão receber um contentor castanho, para colocar os resíduos alimentares. Estes resíduos serão recolhidos pelos SMAS de Tores Vedras em dias e horários a definir.

 

Resíduos que pode colocar:

Resíduos alimentares Sólidos:

  • Restos de legumes
  • Restos de frutas
  • Restos alimentares confecionados
  • Carne, peixe e ovos
  • Restos de pão e bolos
  • Saquetas de chá
  • Borras de café
  • Guardanapos de papel

 

Resíduos que não pode colocar:

  • Sacos de plástico (sacos de lixo)
  • Resíduos Líquidos
  • Embalagens e recipientes
  • Copos, talheres, pratos e chávenas
  • Folha de alumínio
  • Caricas e rolhas
  • Beatas
  • Têxteis e lâmpadas
  • Dejetos de animais domésticos
  • Fraldas
  • Medicamentos

 

Qualidade da água

A qualidade da sua água, é a qualidade da sua vida.

Os SMAS de Torres Vedras cumprem o dever de abastecer de água a população do Concelho de Torres Vedras, em conformidade com o disposto no Decreto-Lei nº 306/07, de 27 de Agosto.